jejum intermitente emagrece

Jejum Intermitente Emagrece? Quantos Quilos? É Perigoso?【GUIA COMPLETO】

Você quer descobrir se o jejum intermitente emagrece mesmo? Então você está no lugar certo!

Neste artigo, terá acesso as últimas novidades sobre o tema.

jejum intermitente emagrece

O Jejum Intermitente Emagrece?

Pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade da Flórida, Estados Unidos, revisaram muitos estudos recentes sobre os benefícios e mecanismos do jejum intermitente.

Para saber se realmente o jejum intermitente emagrece.

Os pesquisadores descobriram que este método sim, emagrece, e ainda traz diversos benefícios para a nossa saúde…

Benefícios Extras do Jejum Intermitente:

✅ Prolongar a vida;
✅ 
Melhorar o funcionamento dos processos metabólicos;
✅ 
Protege a função cognitiva;
✅ Melhora o desempenho físico;
✅ Reduz os casos nocivos de inflamação no organismo;
✅ Protege contra doenças cardiovasculares;

Em uma revisão da equipe, que foi publicado em janeiro no jornal “Obesity”, sugere que o jejum intermitente pode ser mais saudável do que outras dietas uma vez que permite o corpo usar uma nova fonte de energia, que por sua vez reduz a carga celular.

Normalmente, o corpo usa a glicose (açúcar) como energia, mas quando estamos em jejum por um longo período de tempo, essa fonte de energia não está disponível. Então o jejum intermitente para perder peso é excelente.

Como o corpo começa a identificar outro tipo de “combustível”, ele começa a converter alguns tipos de gordura em ácidos graxos que são facilmente absorvidos pelo sangue.

Os ácidos graxos, por sua vez, geram moléculas chamadas cetonas, que o organismo utiliza como a sua nova fonte de energia.

Stephen Anton, um dos membros do estudo para saber se jejum intermitente emagrece, chama esse processo de “mudança na troca metabólica”.

“Esta mudança pode ocorrer depois de um período de tempo em jejum, essa é uma gradação em que as alterações do metabolismo mudam ao longo do tempo, para usar quantidades maiores de cetonas como energia”, diz ele.

Mesmo Com Diferentes Tipos de Jejum, os Resultados Foram Semelhantes

Anton e seus colegas explicam que a troca normalmente começa após 8-12 horas de jejum. Para o estudo, os pesquisadores se concentraram em dois tipos mais comuns de jejum intermitente:

Aquele em que uma pessoa pode jejuar durante várias horas por dia (por exemplo, 16 horas). E o que as pessoas podem escolher alternar dias de completo jejum e outros dias com restrição calórica (por exemplo, 500 calorias por dia).

A revisão dos estudos existentes mostrou que, em geral, qualquer tipo de jejum intermitente está ligado a uma perda de peso muito significativa.

Em 10 ensaios clínicos que avaliaram o efeito do jejum em dias alternados, tiveram resultados que indicaram a eficácia dessa estratégia quando se tratava de perder peso.

Dos quatro estudos dedicados ao jejum por várias horas, três tiveram resultados muito parecidos.

Massa Magra Intacta

A maioria dos estudos realizados por Anton, no entanto, mostrou que, embora os participantes tenham perdido gordura, nenhuma quantidade de massa magra (músculo) foi perdida. Isso sem levar em conta os vários benefícios para a saúde.

Os pesquisadores dizem que o jejum pode ajudar a: prolongar a vida e melhorar o funcionamento dos processos metabólicos, proteger a função cognitiva, melhorar o desempenho físico, reduzir os casos nocivos da inflamação e proteger contra doenças cardiovasculares.

Por isso o jejum intermitente para perder peso pode ser muito benéfico.

O Jejum Intermitente é Perigoso?

No entanto, os autores alertam que busquem orientação de um especialista antes de iniciar qualquer tipo de jejum. “Esse estilo de dieta pode não ser útil para todos e, em alguns casos, faz mais mal do que bem”, advertem.

Quais os Benefícios e Malefícios?

Pelos vários estudos que temos no momento, o jejum intermitente tem se mostrado eficaz contra doenças cardiovasculares, e também ajuda no tratamento de um problema que afeta muitas pessoas hoje em dia, o diabetes.

Além disso, se nota que ocorre uma melhora significativa nos índices de colesterol, algumas inflamações crônicas, além de combater doenças autoimunes.

No entanto, vale a pena ressaltar: no momento, esses dados foram testados em ratos ou com pessoas em situações muito específicas.

Também é bom notar que há vários benefícios como, melhora hormonal, redução da depressão, maiores níveis do hormônio de crescimento e previne alguns tipos de câncer, além do mal de Alzheimer.

Só que chegamos aos riscos que esse tipo de dieta pode nos causar. O jejum intermitente emagrece, mas além da questão orgânica, a privação alimentar, há mais um problema que é ainda mais evidente: o comportamento.

A prática deste tipo de jejum, entre outras coisas, pode deixá-lo um tanto irritado e com constantes mudanças no humor.

Mas não apenas a partir do momento em que você sente fome e, eventualmente, vai comer, pode haver o desenvolvimento de um distúrbio alimentar.

Em suma, comer compulsivamente, fará com que você obtenha o efeito oposto do que você quer, ganhar peso. De fato, o ideal é que você, antes de tentar fazer o jejum intermitente, procure um profissional nessa área, de preferência um nutricionista, para que possa te acompanhar melhor.

Depois de encontrar um bom profissional, então, você pode iniciar o jejum intermitente. Mas como se faz o jejum intermitente? Este é o nosso próximo tópico.

Jejum Intermitente Para Perder Peso: Como Fazer?

Uma das maneiras mais comuns de se fazer o jejum intermitente é ficar 16 horas sem comer nada, e durante as 8 horas restantes do dia você pode se alimentar.

No entanto, existem outros métodos listados abaixo:

• Jejum de 24 horas: Bom, esse tipo de jejum é realizado duas vezes por semana;

• Jejum de 36 horas: Já este, é bastante pesado e pouco ou nada recomendado por causa do tempo excessivo sem alimentação. Precisamos dizer que, neste caso, é necessário o acompanhamento de um profissional nutricionista;

• Dieta 5:2: Para este tipo, já é menos pesado, consistindo no consumo de 500 a 600 calorias por dia durante dois dias específicos da semana. Durante o resto da semana, a alimentação pode ser “normal” saudável e equilibrada;

• Dieta do Guerreiro: Esta dieta de jejum intermitente para perder peso consiste em uma dieta em que durante o dia apenas vegetais são consumidos e, à noite, pode alimentar-se de maneira “normal”.

Conclusão

Embora ainda existam dúvidas sobre o quão benéfico o jejum intermitente pode ser, o jejum intermitente emagrece mesmo, e você ainda pode se beneficiar dele, mas sem exagero e com a orientação de um nutricionista. Seguindo esses procedimentos, você usará esse método racionalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *